Dor

Estudando a dor lombar | dia 6

fevereiro 22, 2016

Já devo ter comentado aqui sobre certos incômodos que tenho na coluna, em especial à região lombar.

Na verdade vim contar que estou participando como voluntária de um estudo de uma  universidade que pesquisa mais a fundo os tratamentos e origens da dor lombar.
Serão dois grupos de pessoas estudadas, um que vai receber tratamento diretamente com fisioterapeuta e outro que vai fazer o tratamento em casa, e é nesse último grupo que fiquei.
Por 8 semanas devo fazer os exercícios que me foram passados diariamente como forma de tratamento para redução da dor. 
A intenção principal desse estudo é mostrar que pode ser possível ter um resultado tão bom quanto, ou até mesmo melhor, uma intervenção médica apenas com disciplina em seguir as orientações do fisioterapeuta. 
Dos exercícios que tenho que fazer, já conhecia todos e praticava vários,
mas não diariamente. 
Então estou tentando seguir à risca esse tratamento, pois realmente quero ver o resultado e espero por melhorias também.

Fora isso, já falei que odeio o calorão né?  Não é por simplesmente não gostar sem motivo, mas eu passo MUITO mal no calor, e essa semana foi phoda mesmo. Fico extremamente molenga, improdutiva, com quase desmaios, até a asma voltou. Mas sigo na correria do trabalho, que está evoluindo bastante e isso me deixa muito satisfeita, mesmo sabendo que tem muita coisa pra melhorar. Pena que não estou conseguindo acompanhar todos os blogs que gosto de ler =(

Por hoje é só, pessoal!

(Sandra, essa semana tem novidades pra ti!) 

Igreja Nossa Senhora da Conceição, onde fui batizada e catequizada. A praça que fica na frente dela é muito agradável, especialmente depois que restauraram e ficou iluminada. Nesse dia eu estava voltando da inscrição no estudo, e passei por ali. Locais da minha infância, sempre bate uma nostalgia.


to viva | dia 5

fevereiro 16, 2016

pra nao perder o embalo, só passando pra deixar um sinal de fumaça.

to super atarefada com trabalho, e muita coisa se atrapalhou no meio do caminho, sem falar no furacão que passou por aqui (é sério) e destruiu boa parte da cidade.

Mas nao vamos perder a fé e seguimos adiante!

Hasta luego!

Instagram