5 anos de blog!

março 29, 2017

Fevereiro passou e esqueci de comemorar, mas já completamos 5 aninhos deste blog!
Eeeeeeee!!!!

Comecei por aqui para contar minhas andanças de intercambista na Alemanha, e não parei mais (quer dizer, dei umas paradinhas, mas não desisti nunca de blogar).
Nesse tempo, conheci tanta gente legal nessa blogosfera, seja apenas virtualmente ou até pessoalmente. Aprendi coisas super bacanas, lugares novos com outras blogueiras, me diverti, vi algumas tretas hehehe, foi e ainda é uma experiência muito produtiva e divertida que não me faz querer parar mais, bem pelo contrário, estou cheia de idéias pro blog e algumas expansões que logo logo irei divulgar aqui. AGUARDEM!

Queria deixar um beijão pras amigas blogueiras que fiz nesse período graças a este bloguinho humilde, em especial pra Sandra do Fondue e Chocolate , amiga blogueira da Suiça que conheci pessoalmente, que fez projeto comigo, gente finíssima que adorei conhecer!

Pra Barbara, pra Madi, pra Paula, pra Jade, pra Sissi, pra Lana, pra Luana pra minha amiga desde fora da blogosfera, mas que faz sucesso por aqui e tem muito talento pra isso (e está me ajudando nessa nova empreitada), a super Iza do Andorinea.


Sem falar em todos meus amigos e marido e família que ainda me apoiam de alguma maneira, muito obrigada a todos!!!


sobre o famigerado stress

março 13, 2017

Sei lá se acham bobagem, ou se já se tornou algo tão lugar-comum, mas nunca senti tão forte o stress como tenho sentido nos últimos dias.
Sinto em cada célula do meu corpo, sinto repuxões musculares, fisgadas estranhas, enxaquecas maiores que as que tenho normalmente, dores esquisitas, um cansaço físico que chega de repente antes de qualquer esforço bobo.

Parece que conheci o meu limite de stress, e não é nada legal.
Algo indescritível, é uma impaciência ligada a uma fadiga mental, física e emocional.
Meu raciocínio já não funciona direito, meu sentimentos se confundem por completo. Confusão total.
É como se estivesse na beira de um abismo de um colapso nervoso.
Cheguei a perder um vôo por confundir os horários essa semana. Fiquei bem chateada com essa besteira que fiz.

Não consegui dar conta de cuidar da pessoa que mais precisou de mim, e adoeci muito junto dela. E o stress tomou conta.
Isso corrói a gente por dentro, dilacera, machuca bastante. A gente ja não nos reconhece mais.

Tenso demais.
Não recomendo. Não sei se desejo isso para alguem. Talvez para algumas pessoa bem ruins.
Talvez.


Instagram