Sobre(vivendo)

julho 07, 2017

Gostaria de conseguir escrever mais por aqui. De ter engrenado no canal que criei. 

Mas ainda não tô com a corda toda de volta não. 
Como alguns sabem, além de tratar de uma depressão antiga, tenho passado por uns traumas bem fortes desde o último ano, e tem sido bem difícil pra mim conseguir fazer coisas básicas no geral.
Aos poucos quero conseguir contar o que passei e Ainda passo. 
Nada fácil. Nada legal.
Mas de tudo a gente tira um aprendizado.
Seja pelo lado do amor ou da dor.

E tem sido uma fase de muita dor. Nunca imaginei passar por tanta coisa pesada como passei. 

Ideias não me faltam pra ter o que escrever, o que filmar e publicar. Mas não é assim tão simples, vai lá e faz. 
Quando a gente tá no fundo do poço chamado depressão, cada dia enfrentamos mais que um leão, é quase que um safari inteiro. Então tento não me cobrar tanto e fazer o que tá no meu alcance neste momento. 

E neste momento o meu foco tem sido sobreviver e voltar a viver. 
Sim, pois andei tentando não querer mais viver, e isso me levou a caminhos bem tortuosos e tristes. E aquele papo que a gente fala brincando comparando com os alcoólicos anônimos de "mais um dia, fulano!" serve pra muita coisa, e no meu caso encaixa direitinho.
Serve tanto pra dizer "mais um dia" vivendo nessa merda, "mais um dia" sobrevivendo" ou ainda "mais um dia" que superei todas essas porcarias e continuei viva aqui pra seguir em frente.

Não tá fácil. Mas ainda não desisti e não pretendo.

Uma hora eu conto melhor.
Uma hora faço outros vídeos, algum dos vários que estão na longa lista de ideias que surgem nessa cabecinha que não para de criar e criar.

E lá vamos nós! 





You Might Also Like

1 comentários

  1. Grazi, admiro sua coragem de vir aqui e contar sua experiência. Quando me mudei pros EUA no final de 2008, passei por uma depressão pesada tb. Houveram dias que de dia eu dormia, e de noite eu passava acordada. Era muito ruim. Suga as nossas forças e a gente fica se perguntando mesmo se vai sair dessa. Parabéns por se respeitar nesse momento, sabendo o que está a seu alcance a fazer. Desejo a vc dias melhores, mas sabemos que é um processo.
    Beijos!
    www.vivendolaforanoseua.blogspot.com

    ResponderExcluir

Instagram